“Casebre” um conto de Jaime Soares

Inicio/INFORMACIÓN/Palavra Comum/“Casebre” um conto de Jaime Soares

“Casebre” um conto de Jaime Soares

O medo está inscrito no nome de família.A luz do sol ia de encontro a uma garrafa. Era uma garrafa verde. Havia alguns buracos na garrafa devido à força daquele clima e à acção de transeuntes. Era um dia de nuvens cinzentas, e o vento soprava cada vez mais. Mas o político estivera no centro de uma varanda daquela casa que os seus pais tinham herdado.
Source: Palavra comum

2019-05-02T06:57:26+00:00 02 / 05 / 2019|Palavra Comum|